Saiba mais sobre...

Wednesday, March 28, 2007

QUINÔA........

A quinôa é um alimento tão nutritivo que seu consumo é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Até os astronautas a ingerem no espaço...
Esse grãozinho poderoso está começando a chegar ao Brasil. É uma planta típica das terras altas dos Andes sul-americanos. Aparece no Peru, Chile, sul do Equador, Bolívia e México. Não é encontrada em nenhum outro lugar do mundo. Era considerada um alimento sagrado pelos incas, povos que habitavam essa região há 5 mil anos.
Da quinôa, são aproveitados os grãos. É um vegetal da família do espinafre que impressiona pela sua capacidade nutritiva. Segundo o cientista de alimentos Jaime Farfan, as populações indígenas da Bolívia a chamam de segunda mãe por que, depois do desmame, as mães passam a alimentar seus filhos com a quinôa.
Mas, o que ela tem de tão especial?
A nutricionista Maria Pia Oliveira Costa destaca que a quinôa é considerada rica em aminoácidos essenciais (como a lisina e metionina, que atuam no crescimento e ns regeneração dos tecidos), importantíssimos para o nosso organismo.
Além disso, cada 100 g de quinôa têm 14% de proteína. Trata-se do único alimento de origem vegetal que possui muita proteína. Pode até ser comparado com a carne e o leite.
A quinôa também é rica em vitaminas A, B1 e B6 e não contém glúten. Por isso, pode ser usada por pessoas que têm a doença celíaca, ou seja, intolerância ao glúten. Também auxilia no funcionamento dos intestinos.
Mas, tem um porém: o valor calórico da quinôa é comparado ao do trigo e farinha refinada... não é baixo. Cada 100 g contêm 318 calorias. Em outras palavras, a quinôa não é recomendada para quem quer emagrecer. Mas, pode ser incluída na dieta no lugar de outros pratos. A variedade de quinôa mais consumida no mundo é a real. Mas, existem outros tipos. Clodomiro Carlos do Pinhal, importador de quinôa, salientou que as cores variam muito, bem como a espessura do talo e o tamanho da sementinha. Em um laboratório de análise de alimentos em São Paulo, as propriedades do grão vêm sendo estudadas há mais de uma década.O interesse mundial pela quinôa tem aumentado muito desde que foi descoberta, há quase 20 anos.
Agrônomos estão plantando a quinôa em solo brasileiro, em outras condições, longe das terras altas e frias. As diferenças nutricionais e de sabor ainda estão sendo estudadas. Atualmente, existem sementes disponíveis para o agricultor que se interesse em plantar isso. Mas, a quantidade ainda não é muito grande.
Por enquanto, a maior parte da quinôa é importada e sai caro porque o processo é artesanal e o plantio, orgânico. Um pacote de meio quilo custa entre R$ 11,00 e R$ 17,00. Ela é vendida em grãos, flocos, farinha e também macarrão, de vários tipos. No estúdio, Ana Maria conversou com o professor Jaime Farfan, da Unicamp, um dos maiores estudiosos de quinôa no Brasil.Ele lembrou que a planta é recomendada para atletas consumirem antes e depois das provas já que é um alimento armazenador de glicogênio e reparador dos músculos.

0 Comentários:

Post a Comment

Links para esta Matéria:

Create a Link

<< Home